Dicas úteis

Botas de esqui alpino

Para um esqui agradável e confortável, não só os próprios esquis são importantes, mas também o seu fabricante. Um elemento essencial são as botas em que você descerá. Existem muitas botas modernas, confortáveis ​​e seguras. Na variedade que existe hoje, às vezes é difícil decidir que tipo de calçado atende às qualidades que esperamos dele. Com a ajuda deste artigo, tentaremos ajudá-lo a escolher um modelo que cumpra os requisitos de segurança e conforto.

Escolha de botas

A escolha de boas botas depende em primeiro lugar se elas vão caber no seu esqui, não em termos de design ou cor, mas nas amarrações. Você precisa verificar se seu pé está confortável com esses sapatos.

Botas de esqui cross-country. Os calçados podem ser classificados de acordo com dois critérios: o primeiro é baseado no estilo de pilotagem que você vai usar e o segundo é baseado no público-alvo.

O primeiro grupo é subdividido:

- para usar o estilo de movimento de patinação, você precisa de botas de cano alto que fixem sua perna, elas terão um punho rígido. A carga neste estilo é maior, por isso a presença de manguito é obrigatória para não machucar a perna;

- uma bota baixa com uma sola macia, adequada para um passeio clássico:

- existem sapatos universais, nos quais existe um punho removível, ou pode não existir. Eles têm uma rigidez média da sola.

Por público-alvo são divididos:

- botas concebidas para uso profissional e escolhidas por atletas esquiadores. Esses sapatos requerem atenção especial, pois suportam uma carga pesada, devem ser duráveis ​​e confortáveis, você não verá inserções de couro neles e, ocasionalmente, poderá encontrar materiais sintéticos que são superiores em resistência ao couro.

- turista - estes sapatos são usados ​​por turistas, também lhes são impostos requisitos especiais: devem ser duráveis ​​e confortáveis, essas botas são universais, ou seja, quem os calça pode andar não só de esquis, mas também a pé. As botas têm punhos removíveis, são feitas de couro e inserções sintéticas.

- calçado para esquiar, este tipo não tem requisitos tão elevados como os dois primeiros, podendo ser confeccionados com materiais diferentes. Os preços para esta espécie são muito diferentes e variam em função da qualidade.

- o último tipo são as botas de criança, devem ser especialmente cómodas, resistentes e quentes, deve-se prestar atenção à facilidade de calçá-las e tirá-las.

A maioria dos tênis de corrida usa atacadores. O laço não deve sair do orifício superior, mas deve ser longo o suficiente. Os sapatos não são muito amarrados, para que a perna fique um pouco livre, se bem feita, a bota vai dar uma sensação de conforto, porque a perna não vai ficar apertada, mas ao mesmo tempo vai ficar fixada. Existem botas com velcro embutido, protege o pé da entrada de neve e ao mesmo tempo serve como fixador adicional. Na hora de comprar sapatos, você precisa experimentar, embora o pé deva estar dentro de uma meia, não deve ser nem grosso nem fino, ou você precisa fazer isso especialmente para esquiar ou nos de lã. A bota de esqui não deve apertar muito a perna, mas também não deve ficar livre, caso contrário, será difícil controlar os esquis.

Ao experimentar o calçado, recomenda-se ficar em pé, caminhar, é preciso arrancar o calcanhar do chão, ao mesmo tempo que deve sentir que o calcanhar apenas adere à sola, mas não deve sair. Preste atenção ao fato de que, ao ficar em pé, a prega do dedão não deve comprimir seus dedos.Se essas condições não forem atendidas ao experimentá-los, significa que esses sapatos não servem em você, você precisa de um modelo ou tamanho diferente. Os punhos das botas estilo skate não devem apertar a perna, mas servir apenas como um retentor e nada mais. A rigidez no calçado de esqui deve estar presente principalmente nos clássicos, nos combinados deve ser média e nos calçados de patinação - mínima.

Botas de esqui.

A estrutura de uma bota de esqui é o oposto absoluto de uma de corrida. Os sapatos de esqui incluem duas partes: a primeira é a bota externa e a segunda é a interna. A parte externa é responsável pelo movimento dos esquis, reage aos impulsos que entram. Quanto mais rígido for, melhor e mais fácil será manusear os esquis. Ao comprar preste atenção à sua rigidez, pois não existe um critério único de designação. Algumas empresas que produzem este equipamento usam duas palavras, nomeadamente "hard", "soft", outros fabricantes referem-se a "Nordica" e "Salomon". O valor absoluto que foi deduzido para designar a rigidez é o seguinte - um quilograma de força por grau de deflexão. Para quem vai comprar botas pela primeira vez, aconselhamos a escolher aquelas cuja rigidez será de 15 a 60 kgf / deg, para não iniciantes que dominam as habilidades básicas de esqui, calçados que terão de 40 a 80 kgf / deg. Se você ficar de pé com segurança nos esquis, sentirá que pode passar para um novo nível, então sinta-se à vontade para experimentar calçados de 60 a 90 kgf / deg. As botas, que têm uma rigidez de cerca de 115, são projetadas para esquiadores profissionais. Existem controles de rigidez em vários modelos de botas, mas se você é um iniciante e está começando a aprender a andar, essa função não vai ajudar, é oferecida para esquiadores mais avançados. A regulação depende diretamente da inclinação da montanha e do esforço que será aplicado.

Na parte da frente da bota, que é chamada de bootleg, existem fechos de plástico ou metal, que ajudam a ajustar a rigidez para ficar o mais confortável possível, e ao mesmo tempo a perna fica bem fixada. O número depende do modelo, pode ser de 1 a 4. Além dos fechos, existem parafusos nas botas que têm funções diferentes, por exemplo, se houver uma parte traseira com dobradiça, então o parafuso embutido no fixador grande servirá como uma trava, mas para isso você precisa apertar para ele consertar a perna. As botas de esqui têm uma tira de poder que fixa a perna ao longo da parte superior. A presença do manguito permitirá que você ajuste a inclinação para frente e para trás, é essa oportunidade que ajuda a ajustar melhor a bota a uma pessoa, dependendo de sua postura ao montar. Em alguns modelos, pode haver uma função chamada "canting", que permite que o punho se incline para a direita ou para a esquerda, tudo depende da estrutura do esqueleto da pessoa que calça as botas. Um elemento especial está localizado na parte de trás do calçado, que é responsável por melhorar a transferência de forças que será feita diretamente para o esqui. Existem situações em que você precisa encontrar um bom ponto de descida, então é só soltar as travas e você pode andar livremente com esses sapatos, isso é feito com um interruptor. O interruptor tem duas posições: andar e rolar. Deve-se notar que as botas de esqui têm uma nuance como o princípio de entrada. Se for usada a entrada frontal, o manguito deve ser desamarrado na frente, o que proporcionará um ajuste mais claro para a perna, na maioria das vezes não possui ajuste para inclinação para trás e é destinado à prática de esportes. No calçado com parte central existe a possibilidade de reclinação parcial das costas, necessária para facilitar a descolagem e colocação. O último tipo são botas com entrada traseira, que são melhores para iniciantes porque têm uma parte traseira dobrável que as torna muito fáceis de calçar.

A bota interior é sempre feita de materiais macios, por isso não precisa de usar meias por baixo das botas e vai ajudar a ajustar melhor o calçado à sua medida. Os materiais com os quais a bota é feita são diferentes em suas propriedades. Alguns fabricantes usam um material para criar calçados para iniciantes que toma a forma de um pé depois de alguns minutos. Nos calçados para profissionais, são utilizados materiais mais rígidos, que só podem tomar a forma de um pé depois de um tempo. A vantagem desta bota é que com esta rigidez o nível de controle de esqui torna-se melhor. Essas botas não são adequadas para iniciantes, você aprenderá pouco com elas e será ainda mais difícil de manejá-las do que as comuns. Só com o tempo será possível mudar para este modelo.

Vale a pena observar alguns segredos na hora de escolher as botas. Uma delas é que quando você escolhe um tamanho e tem uma perna larga, então escolhe um meio tamanho maior, pois durante a descida sob carga a perna ficará ainda mais larga. Para evitar desconforto, não se esqueça disso. Ao experimentar os sapatos, certifique-se de ficar em pé. Na hora de medir a bota, é preciso colocá-la sobre uma biqueira elástica fina, sem dobras, mesmo que termine acima do punho.

Na hora de escolher o calçado, você não precisa se concentrar em nenhuma marca em particular, pois cada uma das empresas produz calçados com características próprias, com peito do pé diferente, com salto e bico largo ou estreito. Não há necessidade de focar no preço, porque o calçado profissional é caro e para o iniciante é difícil. A bota pode apertar o pé, não se deve deixar de escolher neste modelo, pois esse desconforto só vai aumentar na descida.

Durante o encaixe, você precisa apertar todos os fixadores. O melhor é começar com o segundo a partir do dedo do pé, com a ajuda dele, vais dobrar o arco do pé, graças a isso o calcanhar ficará fixo. Depois de prender todos os fechos, vale a pena ouvir as sensações, por exemplo, se a bota está pressionando, a perna não deve descansar, se você consegue mexer um pouco os dedos, o calcanhar deve estar bem fixado e permanecer neste posição ao inclinar. É imperativo mover o pé para a frente, para trás e também para a direita, para a esquerda.

Depois disso, você pode apertar os fixadores ao máximo. Deve-se lembrar que a bota interna ainda não tomou a forma de perna, o que significa que nas próximas vezes você terá que apertar ainda mais a bota, mas se eles forem apertados o máximo possível, mais tarde você não os apertará mais.

Às vezes pode dar a sensação de que o sapato é pequeno, depois na outra perna você pode calçar outro, que será meio tamanho maior, e novamente você precisará ouvir as sensações de qual perna está mais confortável. Durante a prova você vai precisar sentar, se sentar e ficar encostado, isso significa que o calçado está muito rígido, é aconselhável ficar em pé, caminhar 10 ou 15 minutos. Depois de comprar seus sapatos, não recomendamos deixá-los imediatamente até o início da temporada de esqui. Você pode andar nele em casa, preparando assim suas pernas.

Existem inúmeras empresas que produzem botas de esqui, as mais famosas e as que se revelaram bem: Rossignol, Salomon e Fischer.

Aproveite suas compras!