Dicas úteis

como escolher a cafeteira certa

Toda mulher que se considera uma anfitriã excelente e hospitaleira deve definitivamente ter um bule de café em sua cozinha.

Uma cafeteira é uma baixela projetada para servir e servir café pronto. Antes da invenção da cafeteira, era costume servir o café pronto em pratos especiais de barro ou porcelana. Externamente, a cafeteira parecia um bule comum, mas a diferença era o tamanho menor da cafeteira, seu corpo alongado e bico longo.

Seria uma boa prática se você, junto com a cafeteira, servisse uma colher de café na mesa, que difere da colher de chá em um tamanho muito menor.

A aparência da cafeteira deve corresponder aos pratos que foram servidos na mesa, principalmente no caso de xícaras de café.

A cafeteira moderna faz parte da cafeteira e geralmente é feita de vidro.

Até o momento, a imprensa francesa (esta é uma cafeteira com uma prensa) tornou-se muito popular entre os amantes do café. É muito procurado.

A imprensa francesa foi inventada pela primeira vez em 1920 na França e, no mesmo ano, foi colocada em produção pela empresa Melior. Essa cafeteira se espalhou, pois era fácil de operar, e a popularidade da bebida era bastante alta.

O aparelho de café com êmbolo consiste em um corpo de vidro resistente ao calor de alta qualidade, um êmbolo-êmbolo e uma tampa. O princípio de operação dessa cafeteira é simples: o pistão pode se mover para cima e para baixo dentro do corpo. Um filtro de malha fina está localizado na base do pistão. Na maioria dos modelos de prensas francesas, a tampa gira horizontalmente, abrindo e fechando o bico da cafeteira. Para preparar uma bebida aromática, você precisa colocar o café moído no corpo da cafeteira, usando uma moagem grossa de grãos, despeje água quente e deixe por alguns minutos. Depois de assentado, é necessário espremer o sedimento com um pistão que está preso à tampa.

A capacidade do dispositivo de êmbolo é de 0,33 a 1 litro, este indicador também preste atenção ao escolher uma cafeteira.

Vantagens de uma cafeteira:

- tamanho miniatura da embarcação;

- a capacidade de usá-lo em condições de campo;

- não há necessidade de eletricidade.

A presença de uma grande seleção de diferentes modelos de cafeteira e uma ampla gama de preços confundem um comprador desinformado que tem muita dificuldade em fazer sua escolha. Esse comprador provavelmente escolherá uma cafeteira barata, mas a diferença no custo desses utensílios de cozinha deve-se ao material com o qual a vasilha foi feita. Por isso, os apreciadores de cafés aromáticos e saborosos vão, claro, escolher um modelo de cafeteira, que é mais caro. Essa cafeteira é capaz de suportar temperaturas muito altas (até 500 graus Celsius), ela também é feita de um material durável que não enferruja. O fabricante pode dar garantia de uma embarcação de alta qualidade por até vinte anos.

Ao escolher uma cafeteira com preço baixo, o comprador corre o risco de perder dinheiro, pois poderá se deparar com um produto de baixa qualidade.

Vale lembrar também que cafeteiras com corpo de vidro não resistem a altas temperaturas, pois o vidro pode estourar com o aquecimento. As cafeteiras de plástico são muito frágeis e as de metal escurecem e enferrujam com o tempo. O material ideal para fazer uma cafeteira é o aço inoxidável.

Lembre-se da regra principal: o café que é preparado em uma cafeteira boa e de alta qualidade retém seu aroma e sabor. Ele lhe dará um prazer inesquecível.

Orientado pelas dicas desta visão geral, você fará uma compra gratificante e agradável para si mesmo ao escolher um recipiente para café!